O grande encontro que naturaliza absurdos da política do país

0
19
cabo gilberto e pablo marçal

Aí o inocente acha que o realismo mágico gastou toda a tinta desviando de fumaça de fogueira na semana que passou, na boa Paraíba!?!?

Calma, sempre cabe mais surrealismo…

Li uma noticia em portal local (aqui é apenas mais um estado brasileiro com jornalistas e sites apócrifos a cada metro quadrado) sobre um encontro de Titãs.

Não aqueles do “iê, iê, iê”, mas uma dupla de dois, que mais lembram esquete de humor, naquele estilo trapalhão

O deputado federal paraibano Cabo Gilberto recebia em seu gabinete o comediante do absurdo, digo Magayver, Mister M, aliás coach, Pablo Marçal.

Por si só, esta agenda oficial beira um conto kafkiano

Mas, teimoso que sou, vou a fundo no caos e leio a matéria.

Para os incautos apresento o parlamentar: mais um da safra politica que brotou neste brasilzão a base de frases de efeito e conceitos radicais vazios tipo populismo penal e pânico moral (“bandido bom é bandido morto”).

Encontro de almas

No “encontro de almas”, o Cabo Gilberto citava o superman Marçal como espelho e referência.

Aos mais desavisados ainda também apresento o Pablinho, que não é aquele do arrocha…

Fenômeno da auto-ajuda! O homem personifica a ultra capacidade humana. Não há nada que ele não possa fazer, ou melhor, não tenha feito em excelência. De maratona extrema a levitação. De física quântica a cura espiritual.

Sabe os enfadonhos coachs e suas fórmulas mágicas de sucesso? Esqueça tudo. Pablo Marçal é o supremo dentre estes magos.

A questão é que, fora os milhares de teleguiados seguidores, que conseguem crer nos feitos espetaculares do homem, o super-man é ícone também por outro viés.

Marçal é símbolo do nonsense e febre entre os hipsters, cults, que não resistem a dimensão daquela figura caótica.

Ele é cômico sendo trágico– resume um desafeto, mas aficionado pelo lado folclórico do cidadão.

Para potencializar o Risco Brasil destes tempos estranhos o cidadão aparece com 10% de intenções de voto a prefeitura de São Paulo, maior cidade do país.

É até tido como fiel da balança na briga polarizada entre bolsonarismo e lulismo na capital mais rica brasileira.

Duvida da potência desconstrutiva do ser sobrenatural?

Se permita a ver um vídeo e se deleite com doses homeopáticas de sociopatia!

Cabo Gilberto e Pablo Marçal, um casamento típico destes tempos estranhos.

Naturalizaram o absurdo! Sacralizaram a ignorância. Elevaram ao altar os falsos profetas!

Em suma, é muito transtorno na Babel nacional!

Saudades do síndico para pôr ordem bagunçando ainda mais a cozinha:“O Brasil é o único lugar do mundo, onde puta goza, traficante é viciado e pobre é de direita”.

Agora, extrema direita…

Marcos Thomaz

*Este espaço é opinativo. As ideias e conceitos neles contidos não representam o pensamento e linha editorial do site, mas refletem a opinião pessoal do autor

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here