A “pirataria” estética que vira caso de morte e polícia

0
33
clinica de bronzamento sendo fechada

Deformações, cicatrizes permanentes, queimaduras, perda de órgãos, até morte

Marcas expostas da vaidade humana e a busca desenfreada por milagres estéticos.

Diante de tanta informação, dicas, guias e protocolos atualizados é difícil entender o que ainda leva pessoas a procurarem tratamentos não autorizados, médicos descredenciados, ou técnicas não reconhecidas e mesmo PROIBIDAS!

O último caso de repercussão nacional foi a morte de um empresário em clínica de estética em São Paulo, após ser submetido a uso de fenol por profissional não habilitado a manusear o produto.

O preço da vaidade!

Mas, isso passa longe de ser caso isolado.

E o motivo desta prática irregular de estética clandestina continuar a se alastrar no Brasil tem um componente original muito simples: a obsessão irresponsável em buscar a fonte da eterna juventude, ou uma sanha por um padrão de beleza normatizado etc.

Uma prova básica de como o “mercado pirata de beleza” anda a pleno vapor foi uma mega operação em três cidades paraibanas contra a prática de bronzeamento artificial.

Quase duas dezenas de máquinas apreendidas e onze estabelecimentos flagrados ofertando o serviço proibido há 15 anos em solo nacional.

Equipamentos que emitem radiação ultravioleta, com risco de causar câncer e alertas amplamente difundidos sobre estes males.

“BOTA A CARA NO SOL”

Tudo isso em um dos estados com maior incidência solar do Brasil.

Mas, o povo prefere gastar uma fortuna, se arriscando a doença terminal e outras mazelas diversas a “botar a cara no sol” (como diria o filósofo Márcio Vitor).

Além de termos um sol para cada um na Paraíba, é de graça e dá para “pegar um bronze” mais bonito que o artificial, aliado a fonte direta de vitamina D e outros elixires!

As praias paradisíacas de João Pessoa, o Leblon cajazeirense, ou mesmo os clubes campinenses podem fazer um serviço bem melhor e mais saudável que qualquer clínica de bronzeamento artificial.

Marcos Thomaz

*Este espaço é opinativo. As ideias e conceitos neles contidos não representam o pensamento e linha editorial do site, mas refletem a opinião pessoal do autor

Foto: Leonardo Ariel/Jornal A União

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here