Ipea: casos de violência contra idosos crescem em todo o país; especialista destaca importância da legislação que assegura direitos

0
44
divida idosos

Com o crescimento cada vez maior da população idosa do Brasil, um outro fenômeno é assistido com preocupação: o aumento no número de casos de violência sofrida por pessoas com mais de 60 anos. Agressões física, financeira ou psicológica são só algumas das enfrentadas pela população idosa no Brasil dia a dia.

Entre os anos de 2011 e 2021, houve um aumento de mais de 300% nos casos de denúncia de violência contra idosos. Os dados são da última pesquisa do Atlas da Violência, realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, o Ipea.

Atualmente, o Brasil tem cerca de 32 milhões de idosos, o que significa cerca de 15% da população total do país. É no momento mais vulnerável da vida, que essas pessoas se deparam com violações de seus direitos e o Estatuto do Idoso, criado em 2003, é um instrumento importante para garantir segurança a pessoas mais velhas.

Para o advogado Romulo Palitot, o Estatuto do Idoso é um avanço na defesa da sociedade. “A Legislação estabelecida pelo Estatuto do Idoso deu a pessoas com 60 anos ou mais garantias de proteção importantíssimas, que refletem o respeito que toda a sociedade deve ter por quem tanto contribuiu durante a vida”, destacou.

“Entendemos que a garantia dos direitos da pessoa idosa é, em suma, a garantia da dignidade humana, como também é importante viabilizar novos caminhos para que o Poder Judiciário possa atender com mais agilidade as demandas que beneficiam este público”, comentou Rômulo Palitot.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here