ALPB debate EJA e o ensino de Artes na Paraíba

0
23
ALPB comissão de educação

A Comissão de Educação Cultura e Desportos da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) realizou reunião ordinária, na tarde desta terça-feira (21), para discutir a situação da modalidade de ensino de Educação de Jovens e Adultos (EJA) – Semipresencial no estado da Paraíba, e as deficiências no ensino de Artes na Paraíba. O evento proposto pela deputada Cida Ramos, aconteceu no Mini Plenário “Deputado Judivan Cabral” e contou com as exposições das professoras Liliane Alves e Petra Ramalho, respectivamente, sobre os assuntos em pauta.

A deputada Cida Ramos declarou que os dois temas em debate precisam ganhar uma dimensão nas discussões do Poder Legislativo Estadual. Ela lembrou que o estado da Paraíba tem uma Escola de Arte, inaugurada recentemente e isto motiva ainda mais a discussão. Ainda na discussão sobre o ensino de Artes, ela destacou que existe hoje uma resolução que possibilita a qualquer pessoa, com nível superior, exercer a função de professor de arte.

A deputada relatou ainda as visitas que a Comissão realizou às escolas Pedro Poti, em Bahia da Traição, e uma escola de Jacaraú.

Na sua exposição, a professora Liliane disse que iniciou esse processo de representação dos professores de Artes pensando no estado da Paraíba. Já a professora falou Petra Ramalho falou sobre a Educação da Jovens e Adultos Semipresencial, destacando que não só os estudantes, mas também os professores estão precisando de muito apoio.

Do lado da Secretaria de Educação, a professora Célia Varela Bezerra, Gerente Executiva de Educação de Jovens e Adultos e de Educação para Pessoas Privadas de Liberdade, informou que a Paraíba dispõe hoje de mais de 400 escolas que oferecem o ensino de Educação de Jovens e Adultos Semipresencial, enquanto muito estados ainda permanecem com a modalidade Centro de Educação de Jovens e Adultos (CEJA). “Ou seja, a Paraíba tem o propósito de expansão universalizada da Educação de Jovens e Adultos Semipresencial, não de interromper. O nosso desafio é trazer uma qualidade e pensar os projetos”, disse

Também participaram da reunião os deputados Chió e Anderson Monteiro; o sindicalista Felipe Baunilha, diretor de organização do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação no Estado da Paraíba (SINTEPPB); o vereador Marcus Henriques, da Câmara Municipal de João Pessoa; e a professora Kadydja Menezes, do EJA no Sistema Prisional, entre outros representantes de seguimentos da Educação na Paraíba.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here