SP pode usar drones para soltar mosquitos e combater dengue

0
52

O Governo do Estado de São Paulo está promovendo uma iniciativa inovadora no combate à proliferação de mosquitos transmissores de doenças, como o Aedes aegypti, utilizando tecnologia de drones. Desenvolvida pela empresa Birdview, localizada em São Manuel, no interior paulista, em colaboração com a Embrapa Instrumentação, essa solução visa inicialmente a aplicação de biodefensivos para o controle biológico de pragas agrícolas.

Essa tecnologia despertou o interesse de empresas produtoras de Aedes aegypti estéreis no Brasil, que buscam ajudar na erradicação de doenças como dengue, febre amarela, chikungunya e zika. O projeto recebeu apoio do Programa Fapesp Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (Pipe), demonstrando o potencial de inovação e colaboração no setor.

Segundo Ricardo Machado, cofundador da startup, a tecnologia consiste em um sistema modular de liberação e embalagem, integrado a drones, que efetua a soltura controlada de insetos adultos em áreas demarcadas. Esse método tem o objetivo de minimizar danos e estresses induzidos, proporcionando uma abordagem mais eficaz no controle de pragas.

A utilização dos drones no campo permite a liberação de insetos para combater pragas agrícolas de forma precisa e eficiente. No ambiente urbano, a solução poderá ser empregada para soltar Aedes aegypti machos e estéreis, que se acasalariam com mosquitos fêmeas, reduzindo significativamente a população do inseto transmissor de doenças.

Projeto está em fase experimental

Embora o projeto ainda esteja em fase experimental, a empresa busca fechar parcerias com criadores de insetos estéreis, que seriam responsáveis pelos custos do serviço. Os valores e o tempo necessário para que a intervenção surta efeito estão sendo avaliados, mas a perspectiva é promissora.

Além do controle de mosquitos, a tecnologia também pode ser adaptada para outras aplicações, como o lançamento de sementes visando a restauração de florestas, destacando seu potencial multifuncional e sustentável.

Essa iniciativa mostra como a tecnologia de drones pode ser aproveitada de maneira inovadora e eficaz para abordar desafios de saúde pública e ambientais, contribuindo para um futuro mais seguro e sustentável para todos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here