Piada pronta! Falta luz durante CPI que investiga quedas de energia em SP

0
17

A Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) viveu momentos de constrangimento e ironia na manhã desta terça-feira (14/11), quando a energia elétrica foi cortada duas vezes durante a reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Enel, que investiga possíveis irregularidades e práticas abusivas na prestação de serviços de fornecimento de energia elétrica na região metropolitana de São Paulo.

A primeira queda de energia ocorreu antes da reunião começar, por volta das 9h30, e a segunda logo após o início da sessão, por volta das 10h. Segundo os deputados presentes, outros dois apagões também aconteceram na segunda-feira (13/11), antes do Congresso de Comissões. As informações são do g1.

Os parlamentares aproveitaram a situação para criticar e ironizar a atuação da Enel, empresa responsável pelo fornecimento de energia elétrica em 24 municípios da Grande São Paulo, incluindo a capital. A CPI, que ouve os presidentes da Enel São Paulo, Max Xavier, e da Enel Brasil, Nicola Cotugno, tem como objetivo “apurar possíveis irregularidades e práticas abusivas na prestação de serviços de fornecimento de energia elétrica na região metropolitana de São Paulo, investigando em especial, no período de 2018 até 2023”.

CPI investiga quedas de energia

Entre os pontos de investigação da CPI estão “as quedas de energia, a cobrança de valores, a atuação operacional, o suporte aos consumidores e prefeituras, a execução da tarifa social, os contratos assinados, a execução dos investimentos e das obras previstas, bem como o estado de conservação da rede de infraestrutura e de distribuição energética”.

Os deputados questionaram os representantes da Enel sobre os constantes problemas no fornecimento de energia, que afetam milhares de consumidores e causam prejuízos econômicos e sociais. Eles também cobraram explicações sobre as altas tarifas cobradas pela empresa, que são consideradas abusivas e injustas.

Na última semana, milhares de endereços em São Paulo ficaram sem energia elétrica, após uma tempestade atingir diversos municípios da região metropolitana da capital paulista. Alguns moradores chegaram a enfrentar mais de 70 horas sem eletricidade.

A culpa é do temporal?

Além disso, o temporal causou ao menos oito mortes devido a quedas de árvores, muros e paredes, enchentes e desmoronamentos. São Paulo chegou a entrar em estado de atenção devido ao ocorrido.

Tanto a Alesp quanto a Enel não se pronunciaram até o fechamento desta matéria.

Foto: Globonews/Reprodução

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here