Viva Usina 2023 se encerra neste final de semana repleto de diversidade cultural

0
27

O Viva Usina 2023 se encerra neste final de semana com música, exposição, contação de histórias, performances e a já conhecida e aguardada feirinha criativa e gastronômica. Os eventos ocorrem na Usina Cultura Energisa e a entrada é franca. Foram 100 dias de programação mostrando a produção cultural paraibana e abrindo espaço para empreendedores de todo o Estado participarem do projeto.

Confira abaixo a programação deste último final de semana.

Performance

O primeiro evento do final de semana ocorre na sexta-feira (3), no Palco Bonde, com a performance musical Mandinga de Fulô, que resgata pontos cantados dentro do culto da Jurema Sagrada como forma de saudar e homenagear esta tradição religiosa que é praticada em casas de catimbó até os dias atuais. Com um repertório de composições autorais e pontos cantados, Amanda Aurora e Lorena Lee trazem o desejo de honrar nossos ancestrais e as tradições que resistiram ao tempo e à intolerância religiosa, conduzindo o público a uma viagem sonora e emocional onde cada canção é um convite para se conectar com suas vivências pessoais com a espiritualidade.

Música

Já no sábado, a Tenda da Música recebe, às 20h, o show da Jazz&Beats Orquestra, um projeto especial que mergulha em atmosfera sonora, unindo identidades de artistas da cena musical de João Pessoa e realizando uma viagem pelo universo da música negra. Formada por Filosofino (voz), Mari Santana (voz e flauta), Dany Dantas (clarinete), Stephan Thomas (sax), Ivo Limeira (guitarra), Bruna Teixeira (percussão), Matteo Ciacchi (baixo) e ZEBB (beats), a apresentação é composta por sonoridades que apontam para novas subjetividades e representações, passando pelo afrobeat, jazz, rap, música instrumental e experimental.

Contação de Histórias

No domingo (5), às 16h, no Palco Bonde, as crianças podem se encantar com a contação de histórias do Castelo de Histórias, que apresenta ‘Uirapuru’, uma história sobre uma menina que ouve o canto de um pássaro encantado na janela do seu quarto e inicia uma linda amizade com ele. O pássaro uirapuru é uma ave que traz felicidade e sorte para muitas etnias brasileiras, além do seu canto peculiar ser raro. Esta história apresenta as adversidades que muitos povos sofreram e sofrem no Brasil mas que nunca perderam a esperança de viver em paz novamente.

Feira Criativa e Gastronômica

Neste final de semana, sempre das 16h às 22h, você pode visitar o Mercado Preto: Ojá Dùdu, uma estratégia de organização voluntária e autônoma que segue os princípios da economia cooperativa, da cultura e da educação afroreferenciada e indígena. Reunindo cerca de 25 mercadores com produtos e serviços diversos, o Mercado Preto tem como propósito reunir pessoas em sentido comunitário para estabelecer boas trocas. No Mercado, você encontrará desde vestuário e decoração, a acessórios e gastronomia.

Exposição

Na Galeria Alexandre Filho, você pode conferir a exposição ‘Viva Nordeste’, da artista Zona (Amanda Laíza), que apresenta um painel que celebra a essência da cultura regional, trazendo composição visual lúdica e enaltecendo toda potencialidade, cores, texturas e riqueza do Nordeste. A artista é profissional da ilustração autoral há cerca de 20 anos e estuda e pesquisa a produção de tintas extraídas da natureza, as biotintas. A exposição fica aberta ao público de terça a domingo, das 9h às 20h. O encerramento da exposição ocorre neste domingo (5).

O projeto Viva Usina é promovido por meio da Lei de Incentivo à Cultura, com realização do Ministério da Cultura e Governo Federal e patrocínio da Energisa, com produção da Atua Comunicação Criativa e o apoio da Usina Cultural Energisa.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here