Decepções, goleada e clássicos! Um resumo da rodada do Brasileirão

0
36

Bragantino (RBB) 1X0 Fluminense – O técnico do “time que dá asas”, Pedro Caixinha, encaixotou o Dinizmo. Fluminense não conseguia sair da intermediaria com a bola. Preso, sufocado. Em tempo, o senhor Fernando Diniz, somados comandos da seleção brasileira e tricolor carioca chega a 5 jogos sem vitórias, Às vésperas do maior momento da carreira e, talvez da história do Fluminense, a final da Libertadores contra o Boca Juniors.

Atlético0x1Cruzeiro- Se o rebaixamento bate a porta azul de Minas chama o rival para ajudar. A raposa encurralada sempre devora a presa, Galo, e respira aliviada. Quem esquece dos 6×1, na última rodada do brasileirão de 2011? Em circunstâncias ainda mais ameaçadoras a Raposa cozinhou o galo. Um banquete celeste.

Flamengo1x0Vasco – O time cruz-maltino jogou como nunca e perdeu como sempre o clássico (pelo menos como virou rotina nas últimas duas décadas). Há mais de 20 anos o duelo eternizado por DinamitexZico, RomárioXBebeto etc e talz nunca mais foi o mesmo. Hoje, VascoxFlamengo é o maior desnível dentre os grandes clássicos brasileiros. Massacre rubro-negro neste século.

Botafogo1x1Athlético – Que o maior apagão dos últimos tempos do futebol brasileiro não seja um sinal de fogo em chama final do botinha. Seis quedas de luz no Nilton Santos. Vergonha para um futebol desse nível… O empate diminui a diferença para o segundo colocado, BRAGANTINO, mas ainda deixa o alvinegro carioca com larga vantagem.

Bahia2X0Fortaleza– Duelo dos times siameses das 3 cores mais exóticas do país. Vermelho, branco e azul, mas também se assemelham nos apelidos. Gostam de usar nome de metal nobre (aço). No final o estrategista original deste fenômeno “Novo Fortaleza”, Ceni,  venceu o sucessor, Voljvoida.

Internacional7x1Santos – O Peixe foi buscar em uma assombração do futebol nacional a afirmação que já caiu. “Todo dia um 7 a 1 diferente”. Escolheram, estão determinados a jogar a série B. É determinação. Um dos únicos 3 resistentes a segundona vai visitar a casa pela primeira vez. Ficarão apenas Flamengo e São Paulo imaculados no Brasil.

Corinthians 1×1 América – O time mais amaldiçoado do campeonato vem das Minas Gerais. O que mais sofreu gol no final, o que mais jogou melhor e perdeu. Há algum carma pesado sobre o Coelho mineiro. Lanterna já quase sem luz, e virtual rebaixado na competição.

São Paulo 3×0 Grêmio- O tricolor gaúcho, do Renato, segue ladeira abaixo e mais uma vez, ano após ano, abandona qualquer projeto de título do meio para a reta final. O ídolo máximo, quase dono da casa gremista até voltou a dar em trevista, mas parece ter perdido a mão de vez. Pena que Suárez terá os últimos momentos no Brasil assim.

Coritiba 0x2 Palmeiras – O time de Abel Ferreira voltou a vencer após a eliminação traumática da semifinal da Libertadores (mais uma vez pelo Boca) e crise autofágica tão tradicional nas bandas do Palestra. Mas o triunfo contra o virtual rebaixado Coritiba, não aplaca o “fogo amigo” entre presidente-patrocinadora, torcida organizada e lideranças diversas, que ainda faz muito estrago.

Cuiabá 1x1Goiás-   Este foi o jogo escolhido, por méritos, para não ter comentários. O esmeraldino segue na zona de rebaixamento, enquanto o time mato-grossensse flutua no meio de tabela, caminhando para mais um ano na série A, sem nunca ter sido rebaixado desde que subiu. Ou seja, se junta a Flamengo e São Paulo entre os invictos.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here