CPMI ouve Mauro Cid, o militar mais próximo de Bolsonaro – 11/07/2023

0
7

[ad_1]

Esta é a versão online da newsletter Pra Começar o Dia enviada hoje (11). Quer receber antes o boletim e diretamente no seu email? Clique aqui. Os assinantes UOL ainda podem receber dez newsletters exclusivas toda semana.

********

Mauro Cid sai da sombra. Desde que virou alvo de investigações, as imagens de Mauro Cid são poucas e repetitivas, e a voz do tenente-coronel raramente se fez ouvir em público. Ele se movia no alto escalão do governo Bolsonaro, mas na sombra, com discrição, como pede o cargo de ajudante-de-ordens da Presidência. O depoimento de Cid nesta terça (10) para deputados e senadores que investigam os atos golpistas é dos mais aguardados da CPMI: trata-se de um depoente preso que tinha conhecimento profundo da rotina, das contas bancárias e dos planos de Jair Bolsonaro.

A senadora Eliziane Gama (PSD-MA) promete provocar Cid sobre o abandono de bolsonaristas após os ataques de 8 de janeiro e o susto de um atentado a bomba em dezembro, que falhou. Nascido em Niterói (RJ), o militar tem 44 anos, formou-se na Aman (Academia Militar das Agulhas Negras) com mestrado e doutorado e fez 144 viagens a serviço da Presidência, enquanto esteve no governo Bolsonaro. Ele é investigado por fraude em vacinas, por pagar contas de Michelle Bolsonaro e também por mensagens de teor golpista. Leia o perfil completo.

Para entender o “imposto do pecado”. Mais essa agora: não bastasse ser taxa extra, ainda se refere a ‘pecado’, com julgamento moral do consumidor. A reforma tributária aprovada na Câmara dos Deputados vai criar um imposto seletivo sobre produtos e serviços prejudiciais à saúde e ao meio ambiente.

O modelo existe no exterior como “sin tax”. Na Alemanha, apostas pagam “imposto do pecado”, e na Holanda os automóveis também, afinal poluem o meio ambiente. No Brasil, cigarros e bebidas alcoólicas estão no alvo da nova taxa. A carga tributária sobre o cigarro já é muito pesada, de 83,3%, superior à taxa sobre armas de fogo. Bebidas também pagam bastante: 59% para espumantes e vinhos importados, 42,7% para cervejas. Se estes impostos subirem mais, pode haver incentivo ao contrabando, segundo especialistas.

Marlene Mattos bissexual, durona e solitária: O aguardado encontro entre criadora e criatura, a empresária Marlene Mattos e a apresentadora Xuxa, após quase 20 anos de rompimento, poderá ser conferido a partir de quinta (13) no Globoplay. Lucas Pasin, colunista de Splash, revela detalhes de uma entrevista que fez com Marlene anos atrás, em Aracaju (SE), num hotel-fazenda comandado pela empresária.

Ela fala de sexualidade, medo de traição, e da solidão que não atrapalha. “Eu gosto de resolver tudo sozinha. Não cobro nada e não quero que cobrem de mim”. Em entrevista para divulgar o documentário, que tem direção de Pedro Bial, Xuxa disse que ainda é chamada de pedófila devido à participação no filme ‘Amor Estranho Amor’.

O sangue e o sistema nervoso. A colunista Lúcia Helena escreve para VivaBem sobre as chances de diagnosticar o Alzheimer a partir de um simples exame de sangue. A busca em curso é dos pesquisadores do Laboratório de Biologia do Envelhecimento e de outros departamentos da Universidade Federal de São Carlos (Ufscar), no interior paulista.

O Alzheimer é uma doença degenerativa, ainda sem cura e com causa indefinida. Há sinais do problema que se manifestam com dificuldades na memória, linguagem, evoluindo para a incapacidade de andar, conversar e fazer a higiene pessoal. Alterações no cérebro do paciente podem ser detectadas precocemente. Veja aqui as diferentes fases da doença, da pré-demência à demência grave.

STF desarquiva os crimes da pandemia. Pela quarta vez, desde abril, a Polícia Federal vai ouvir na quarta (12) o depoimento do ex-presidente Jair Bolsonaro, agora sobre a investigação que envolve o senador Marcos do Val (Podemos-ES). Os temas e as suspeitas de crimes variam a cada nova intimação. Bolsonaro já depôs sobre fraude nos cartões de vacina, entrada ilegal de joias presenteadas pela Arábia Saudita e atentados contra a democracia em 8 de janeiro.

Em relação ao senador bolsonarista, a PF apura a tentativa de atrapalhar investigações sobre o ex-presidente. Na segunda (10), o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, desarquivou um caso que envolve outra lista de delitos cometidos por Bolsonaro, ministros e aliados durante a pandemia de covid-19, entre eles o ex-presidente do Conselho Federal de Medicina, Mauro Luiz Ribeiro, que autorizou a prescrição de cloroquina a pacientes com a doença. A Procuradoria Geral da República deverá analisar suspeitas de prevaricação e o emprego irregular de verbas públicas, entre outros problemas.

Bia deixa Wimbledon, e Luísa Stefani avança. Jogando em dupla, a brasileira Luísa Stefani e a francesa Caroline Garcia enfrentaram uma partida difícil na segunda (10), venceram e se classificaram para as quartas-de-final em Wimbledon. Elas voltam às quadras hoje, a partir das 10h30, contra ex-campeãs do torneio: Barbora Strycova e Su-Wei Hsieh. Luísa Stefani chega às quartas em Grand Slam nas duplas pela terceira vez na carreira. A paulista de 25 anos é a 14ª do ranking entre especialistas da modalidade.

E a imensa torcida para que tudo desse certo não impediu que uma lesão retirasse Bia Haddad de Wimbledon depois de apenas 15 minutos duelando com a cazaque Elena Rybakina. A brasileira recebeu atendimento médico e deixou a quadra chorando. Bia tinha outra partida para jogar, nas duplas, que foi vencida por WO pelas oponentes. Pelas quartas-de-final, Djokovic enfrenta Rublev hoje. Leia mais em Saque e Voleio e Tenis Brasil.



[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here