Após atraso de R$ 5 bi em emendas, centrão quer mudar os repasses – 03/07/2023

0
6

[ad_1]

Esta é a versão online da newsletter Pra Começar o Dia enviada hoje (03). Quer receber antes o boletim e diretamente no seu email? Clique aqui. Os assinantes UOL ainda podem receber dez newsletters exclusivas toda semana.

********

Pressão para cumprir os pagamentos. Diante da demora do governo Lula em pagar cerca de R$ 5 bilhões em emendas parlamentares, os deputados avaliam formas de obrigar o Executivo a se comprometer com a liberação das verbas. Dos R$ 7,6 bilhões já empenhados do orçamento, cerca de R$ 2,4 foram pagos. Mas falta o resto.

Uma alternativa para tornar as emendas de comissão impositivas para o governo Lula seria uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição). Outra forma seria por meio de LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias). O governo Lula ainda negocia uma reforma ministerial para reforçar o apoio da base aliada na Câmara dos Deputados: há votações cruciais pela frente.

Crime organizado recruta venezuelanos em Roraima. Por fazer fronteira com a Venezuela e estar próximo da Colômbia, o estado brasileiro de Roraima é dos mais importantes para o crime organizado que vive do tráfico internacional de drogas e armas.

Segundo o Ministério Público de São Paulo, Roraima tem 1.601 integrantes batizados pela facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), que tem recrutado a mão de obra de pessoas venezuelanas, considerada mais barata, para atuar no tráfico de drogas. Os rituais da facção ocorrem dentro e fora dos presídios de Roraima. Um dos lemas diz que “o crime fortalece o crime”.

Semana traz foco na economia. Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara dos Deputados, fez reunião com líderes na noite de domingo (2) para estabelecer a agenda de votações desta semana. Entre as propostas com prioridade estão o novo arcabouço fiscal, a reforma tributária, o Programa de Aquisição de Alimentos e o projeto que retoma o voto de qualidade do Carf, que tramita com urgência e pode ser votado em breve.

A colunista Mariana Londres faz um balanço das muitas vitórias e algumas derrotas do ministro Fernando Haddad (Fazenda) no primeiro semestre. Ele preparou o terreno e tem pedreiras pela frente. “Haddad escolheu o caminho do rearranjo de receitas em vez de optar por atacar primeiro os gastos”, afirma Mariana. O colunista Chico Alves entrevista Rodrigo Maia, ex-deputado e presidente da Confederação Nacional das Instituições Financeiras, que também elogia o trabalho de Haddad.

Anéis de Saturno e a primeira “superlua” (da Terra) hoje. Nunca antes na história desse universo o planeta Saturno foi exibido assim, com seus anéis reluzindo e luas brilhando, ao longe. As novas fotos do telescópio espacial James Webb foram divulgadas pela Nasa após 20 horas de observação, em 25 de junho. Veja aqui.

O gigante gasoso tem 145 luas, e três delas dão um toque especial à cena: Dione, Thetys e Enceladus, a lua que pode abrigar grande volume de água líquida sob camada de gelo. O mês de julho, já nesta segunda (3), traz um evento astronômico aguardado pelos terráqueos, a primeira “superlua” do ano. Mais próxima da Terra, o satélite vai parecer ainda maior e mais brilhante no céu. Veja como observar.

Cuidadores de cães e gatos unem prazer e dinheiro. Existem aplicativos, como DogHero, PetAnjo e PetDriver, que ajudam a conectar tutores de animais de estimação com cuidadores que oferecem serviços de hospedagem, creche, caminhadas e motorista, entre outros.

Depois de um tempo, também a propaganda boca-a-boca funciona, atraindo clientes. Veja na reportagem do UOL relatos de moradores de São Paulo e Rio de Janeiro que abriram suas casas, seus carros e seus corações para cuidar dos bichos dos outros, e dizem faturar bem.

O horror, o horror, o horror dos “voos da morte”. A ditadura militar na Argentina (1976-1983) foi das mais cruéis da América Latina. Entre os milhares de opositores “desaparecidos”, nome controverso que esconde a autoria dos assassinatos, estão homens e mulheres que eram presos, sedados e jogados de aviões para morrer no mar. “Voos da morte” eram operações clandestinas dos militares para dar sumiço em cadáveres. Um desses aviões com história de tortura foi localizado nos Estados Unidos por uma sobrevivente de prisão ilegal e repatriado recentemente, a fim de ser exposto no Museu da Memória.

Entre os modelos de aeronaves utilizados estão Skyvan, Fokker F27, C-130 Hercules e L-188 Electra, informa a coluna Todos a Bordo. Reportagem de TAB conversou em Buenos Aires com a médica Claudia Mabel Careaga, cuja mãe, Esther, fundadora das Mães da Praça de Maio, foi presa dentro de uma igreja e morta num voo do Skyvan PA-51. Mabel fala em genocídio. Em 1977, alguns dos corpos jogados do avião apareceram na praia. Leia as histórias de descobertas dolorosas da família de Mabel e da aeronave finalmente localizada em 2010.



[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here