Patrimônio de ministro de Lula cresce 30 vezes e passa de R$ 79 milhões – 26/06/2023

0
6

[ad_1]

Esta é a versão online da newsletter Pra Começar o Dia enviada hoje (26). Quer receber antes o boletim e diretamente no seu email? Clique aqui. Os assinantes UOL ainda podem receber dez newsletters exclusivas toda semana.

********

Patrimônio multiplicado. Antes de entrar na política, o ministro Alexandre Silveira (Minas e Energia) era delegado da Polícia Civil de Minas Gerais. Em duas décadas ocupando cargos públicos, ele construiu uma rede de empresas cujos bens valem ao menos R$ 79,1 milhões, revela reportagem de Thiago Herdy. Em termos reais, o valor dos ativos cresceu 30 vezes desde 2006.

Ao UOL, Alexandre Silveira afirmou que seu patrimônio é fruto de mais de 30 anos de atuação como empresário. Silveira chegou ao governo Lula com o apoio de Rodrigo Pacheco e Gilberto Kassab, ambos do PSD. Veja em detalhes o patrimônio do ministro.

Haddad retira apoio ao Plano Diretor. Depois de dois adiamentos, a Câmara de Vereadores de São Paulo marcou para segunda (26) a votação da revisão do PDE (Plano Diretor Estratégico) da capital paulista. Em caso de aprovação, áreas próximas de estações de metrô e trens, ocupadas sobretudo por casas nos bairros de Perdizes, Pinheiros e Tatuapé, podem ser impactadas para dar lugar a prédios. O estudo é do pesquisador Ivan Maglio (USP) e da arquiteta Juliana Souza Carneiro.

O ministro Fernando Haddad (Fazenda), ex-prefeito de São Paulo, retirou o aval que havia dado à aprovação da revisão do PDE, segundo a coluna Painel, da Folha de S. Paulo. Ele trabalha agora contra o texto substitutivo proposto pelo relator Rodrigo Goulart (PSD). A bancada petista tem oito vereadores. Críticos da revisão em curso apontam a incorporação de muitas demandas do setor imobiliário. Veja cinco pontos de destaque na revisão do Plano Diretor.

Quanto mais escura a pele, maior a fome. Em junho de 2022, uma pesquisa do Visigan revelou que 33,1 milhões de pessoas passavam fome no Brasil entre o final de 2021 e o início de 2022. Agora, novos dados apontam que a fome tem cor de pele e gênero, escreve Leonardo Sakamoto.

A fome esteve presente em 20,6% das famílias chefiadas por pessoas que se autodeclaram pretas, em 17% das comandadas por pardas e em 10,6% das brancas naquele período. Quanto mais escura a pele, maior a incidência da fome. Os dados são do 2º Inquérito Nacional sobre Insegurança Alimentar no Contexto da Pandemia da Covid-19 no Brasil.

Zelensky pede armas para os EUA. Ainda sob o impacto dos ataques do grupo Wagner à Rússia, no final de semana, o presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, afirmou ter conversado no domingo (25) com o presidente Joe Biden para pedir armas de longo alcance aos EUA. O líder ucraniano disse temer que os invasores russos preparem um ataque com vazamento de radiação.

Para o diplomata Celso Amorim, assessor especial do presidente Lula, o incidente com os mercenários do grupo Wagner fragilizou o governo de Vladimir Putin, escreve Jamil Chade. “É de interesse de todos que a coesão da Rússia seja mantida”, disse Amorim, que representou o Brasil em reunião na Dinamarca, no fim de semana, em que vários países tentaram desenhar um caminho para a paz entre russos e ucranianos.

Balões têm origem na guerra. Essa semana traz uma festa junina importante, a de São Pedro, no dia 29, a quinta-feira. Os balões são marca vistosa do colorido das festas no Brasil, mas ao mesmo tempo são proibidos. “São uma cápsula incendiária desgovernada”, escreve Felipe van Deursen em Nossa. O risco de pegar fogo por perto é bem grande.

Desde a origem, os balões de ar quente funcionaram como armas, e o mais provável é que tenham surgido na China. Tinham funções militares e culturais, e acredita-se que os mongóis tenham apresentado a tecnologia à Europa. Leia mais aqui.



[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here