O que a era da pasteurização musical no Brasil nos revela

0
87

Apesar dos maledicentes quererem imputar uma pecha de radical, crítico a mim, nunca vivi uma fase tão “tolerante” quanto agora.

Sei lá, maturidade, curiosidade e boa dose de nostalgia devem explicar isso, ou não.

A princípio, apesar da fase mais plural, nunca fui fechado, musicalmente, em absoluto.

O rockêro aqui sempre flertou com outras “paradas de sucesso”.

Só que, atualmente, o leque está mais amplo, a tolerância até ao, historicamente avesso, maior.

Como diz um amigo meu: “na verdade, tem música boa em qualquer estilo”.

E é verdade! Mas, não confunda isso com o tradicional “sou eclético”, esvaziando sentido do termo.

É a senha pra dizer que gosta de, absolutamente, qualquer coisa.

Quem gosta de tudo, não gosta de nada!

Me perdoem os embaleiros, mas quem gosta de tudo, não gosta de nada!

Contudo, não estou aqui pra “cagar regra” a ninguém, mas é meio óbvio que não ter um filtro, um corte em suas próprias preferências retira da pessoa qualquer escolha, identidade pessoal.

Feita esta palestrinha sobre o gosto, ou melhor, a falta de gosto alheia, fui dar uma sacada na relação das 50 músicas brasileiras mais ouvidas nas plataformas de streaming, em 2023.

Além do impacto estarrecedor, a constatação de que a total falta de gosto dita a preferência nacional.

E, aqui, no caso em questão, não estou estabelecendo critério de qualidade, mas a força da indústria musical de massa

Em 5 dezenas, repito 50 músicas, mais de 30 são do gênero batizado de Sertanejo Universitário.

E não estou falando de Michel Teló

É um tal de Henrique & Juliano pra cá, Zé Neto & Cristiano pra lá e Ana Castela no meio de tudo.

Tantos nomes musicais que não dizem nada

Nunca, jamais havia ouvido falar deste fenômeno Ana Castela, a maior ranqueada desta estranha lista.

Tem Castela pra todo gosto, em todos os formatos (feat até com um tal, ou uma tal de Agroplay).

E eu que nunca vi a senhorita?

E, está, exatamente aí boa parte da explicação para esta hegemonia asfixiante do sertanojo, digo nejo, no cenário musical contemporâneo.

Eu e até as milhões de cabeças de gado que pastam pelos campos do centro oeste brasileiro sabemos que o “Agro é Tech, o Agro é pop, o Agro é tudo”.

E esse Agro Pop financia consubstancialmente o surgimento e colocação destes artistas no mercado.

Por que o Agropop se tornou a preferência musical?

Ou quer dizer que, organicamente, sem mega injeção externa, do nada este estilo se tornou preferência nacional?

Do nada, do nadão, duplas de dois cantando com voz anasalada músicas iguais, produzidas e compostas por meia dúzia de detentores da fórmula do sucesso, brotaram igual soja no oeste?

Bom, fato é que na tal lista das mais tocadas no ano passado, mais de 60% era desse gênero hegemônico tupiniquim moderno.

Surpresa total para uma única canção de Anita, outra de Ludmila, um pagode ali, outra quebradêra baiana ali.

Até o sertanejo topzêra, Luan Santana aparece, timidamente solto entre as preferidinhas.

Sem samba, reggae, rock e MPB

No mais uns funks, traps, feats a rodo e nada, nada de algum samba, reggae, rock, regional, ou mesmo MPB mais convencional (seja lá o que isso signifique).

Em suma, uma pasteurização que ilustra muito o momento atual do mainstream brasileiro

É, não estou tão moderninho e aberto como supunha.

Segue o baile e a relação das mais tocadas você confere abaixo:

As 50 músicas mais tocadas no Brasil em 2023:

  1. “Leão” – Marília Mendonça
    “Nosso Quadro” – AgroPlay & Ana Castela
    3. “Erro Gostoso (Ao Vivo)” – Simone Mendes
    4. “Bombonzinho (Ao Vivo)”  – Israel & Rodolffo, Ana Castela
    5. “Seu Brilho Sumiu (Ao Vivo)” – Israel & Rodolffo, Mari Fernandez
    6. “Oi Balde (Ao Vivo)” – Zé Neto & Cristiano
    7. “Lapada Dela (Ao Vivo)” – Grupo Menos É Mais & Matheus Fernandes
    8. “Tá Ok” – Dennis & Mc Kevin o Chris
    9. “Traumatizei (Ao Vivo)” – Henrique & Juliano
    10. “Duas Três” – Guilherme & Benuto, Ana Castela & Adriano Rhod
    11. “Não Vitalício (Nunca Mais) (Ao Vivo)” – Matheus & Kauan, Mari Fernandez
    12. “Eu Gosto Assim (Ao Vivo)” – Gustavo Mioto & Mari Fernandez
    13. “Coração de Gelo” – Wiu
    14. “A Culpa É Nossa (Ao Vivo)” – Maiara & Maraisa
    15. “Love Gostosinho (Ao Vivo)” – Felipe Amorim & Nattan
    16. “Novo Balanço” – Veigh, Bvga Beatz, Prod Malax & Supernova Ent
    17. “Solteiro Forçado” – Ana Castela
    18. “Zona De Perigo” – Leo Santana
    19. “Manda Um Oi (Ao Vivo)” – Guilherme & Benuto & Simone Mendes
    20. “Quando Apaga A Luz (Ao Vivo)” – Gustavo Mioto & Mc Don Juan
    21. “Faz Um Vuk Vuk (Teto Espelhado)” – MC Kevin o Chris & Dj Nk Da Serra
    22. “Haja Colírio (Feat. Hugo & Guilherme) (Ao Vivo)” – Guilherme & Benuto
    23. “Palhaça (Ao Vivo)” – Naiara Azevedo & Ana Castela
    24. “Pactos (Ao Vivo)” – Matheus & Kauan, Jorge & Mateus
    25. “Roça Em Mim” – Zé Felipe, Ana Castela & Luan Pereira
    26. “Saudade Da Minha Vida (Ao Vivo)” – Gusttavo Lima
    27. “Pátio Do Posto (Ao Vivo)” – Zé Neto & Cristiano
    28. “Dona De Mim” – Ana Castela
    29. “Melhor Só” – KayBlack, Baco Exu Do Blues & Marquinho No Beat
    30. “Let’s Go 4” –  (Feat. Mc Davi, Mc Don Juan, Mc Kadu, Mc GH Do 7, Mc GP & TrapLaudo) Mc IG, Mc PH, Mc Ryan SP & Mc Luki
    31. “Toca O Trompete” – Felipe Amorim
    32. “Barulho Do Foguete (Ao Vivo)” – Zé Neto & Cristiano
    33. “Novidade Na Área” – Mc Livinho & Dj Matt D
    34. “Felina” – Wiu & Mc Ryan SP
    35. “Namorando Ou Não (Ao Vivo)” – Clayton & Romário, Luan Santana
    36. “Canudinho (Ao Vivo)” – Gusttavo Lima & Ana Castela
    37. “Halls Na Língua” – Kadu Martins
    38. “Ela Pirou Na Dodge Ram” – Luan Pereira & Mc Ryan SP
    39. “Perdoou Nada (Ao Vivo)” – Israel & Rodolffo, Jorge & Mateus
    40. “Mágica (Ao Vivo)” – Hugo & Guilherme
    41. “Mala Dos Porta-Mala (Ao Vivo)” – Gusttavo Lima, Matheus & Kauan
    42. “Sem Aliança No Dedo” – Mc Xenon & Os Gemeos da Putaria
    43. “Flowers” – Miley Cyrus
    44. “Ballena” – (Feat. Pedro Lotto & Fepache) Vulgo FK, MC PH & Veigh
    45. “Meio Termo (Ao Vivo)” – Luan Santana
    46. “Um Mês E Pouco (Ao Vivo)” – Zé Neto & Cristiano
    47. “5 Regras (Ao Vivo)” – Jorge & Mateus
    48. Luz do Luar – Mc Tato & DJ Ak beats
    49. “085 (Ao Vivo)” – Mc Rogerinho
    50. “Dentro Da Hilux” – Luan Pereira, MC Ryan SP & Mc Daniel

Marcos Thomaz

*Este espaço é opinativo. As ideias e conceitos neles contidos não representam o pensamento e linha editorial do site, mas refletem a opinião pessoal do autor

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here