A revolta das máquinas? Tesla revela ataque de robô a funcionário

0
84

A fábrica da Tesla em Austin, capital do Texas, protagonizou um incidente preocupante em 2021, quando um robô da empresa prendeu um engenheiro de software contra uma superfície, causando ferimentos que resultaram em sangramento nas costas e braço do trabalhador.

Embora o episódio tenha ocorrido há dois anos, só veio à tona recentemente por meio de um relatório de incidentes enviado pela Tesla às autoridades do estado do Texas. O relatório faz parte dos requisitos para a manutenção dos incentivos fiscais concedidos à empresa na região.

De acordo com as informações disponíveis, o engenheiro envolvido não precisou de licença de trabalho, mas sofreu uma “laceração, corte ou ferida aberta” na mão esquerda durante o incidente. Ele estava trabalhando na programação do software responsável por controlar os robôs da fábrica, que têm a função específica de cortar peças dos automóveis a partir de placas de alumínio recém-fundidas.

Para garantir a segurança, duas das máquinas foram desligadas. Dessa forma, permitindo que o engenheiro e outras duas pessoas trabalhassem no local. Contudo, uma terceira máquina permaneceu em operação. Testemunhas afirmam que acionaram o botão de emergência, resultando na paralisação de parte dos equipamentos. Contudo, o engenheiro acabou caindo alguns centímetros de uma rampa para coletar sucata de alumínio.

O local do acidente ficou com rastros de sangue, de acordo com pessoas presentes na fábrica. O engenheiro, responsável pela programação dos robôs, foi vítima de um incidente grave que levanta questionamentos sobre a segurança dos sistemas automáticos na indústria. Em empecial, em ambientes onde humanos e robôs coexistem.

O caso traz à tona a necessidade contínua de avaliações rigorosas de segurança e protocolos eficazes para prevenir acidentes desse tipo. A Tesla ainda não comentou publicamente o assunto.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here