Estudo escancara danos dos celulares no aprendizado dos estudantes

0
29

O relatório do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (Pisa) de 2022, divulgado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), trouxe à tona reflexões importantes sobre o uso de dispositivos digitais por estudantes. O destaque principal foi a relação entre o tempo gasto em smartphones e outras tecnologias e o desempenho acadêmico.

Segundo o relatório, alunos que utilizam esses dispositivos de cinco a sete horas por dia tiveram pontuações menores nos testes. A diferença foi notável, com estudantes que dedicam até uma hora por dia a essas atividades apresentando 49 pontos a mais em matemática, em média, após ajustes socioeconômicos.

A distração em sala de aula foi outro ponto de destaque. Cerca de 65% dos estudantes admitiram que o uso de dispositivos digitais, como celulares, tablets e laptops, os distraiu durante as aulas de matemática. No Brasil, esse percentual atingiu 80%, ressaltando um desafio significativo enfrentado pelos educadores brasileiros.

O relatório também indicou que 59% dos alunos relataram distração devido ao uso desses dispositivos por colegas. O impacto na pontuação foi evidente, com uma redução média de 15 pontos nos testes de matemática para aqueles que enfrentaram essa situação regularmente.

Proibição de celulares na escola

Em relação às políticas de proibição de celulares nas escolas, o relatório mostrou que, embora 13 países tenham mais de dois terços dos alunos em escolas com essa proibição, a eficácia na redução da distração não é universal. Alunos nessas escolas ainda apresentaram desafios em adotar comportamentos responsáveis em relação ao uso do telefone, destacando a complexidade dessa questão.

O uso responsável da tecnologia em ambientes educacionais é agora um desafio global. A recomendação do relatório é que as escolas promovam a integração da tecnologia no processo de aprendizagem. Ao mesmo tempo, limitando o tempo de uso para evitar distrações e problemas associados, como bullying online e invasão de privacidade.

A princípio, a relação entre o mundo digital e a educação é uma jornada desafiadora. Contudo, as conclusões do Pisa 2022 destacam a importância de abordar essa questão com cuidado e estratégias bem pensadas. Desse modo, maximizar os benefícios da tecnologia na aprendizagem.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here