Climatização dos ônibus vira problema de saúde pública com onda de calor

0
37

Rio, São Paulo e Recife prometem universalização de refrigeração em frota… João Pessoa entrega primeiros veículos refrigerados

O transporte público brasileiro é daqueles serviços que encabeçam a lista de queixas e problemas no Cia a dia dos brasileiros.

Frota insuficiente, sucateada, ausência de linhas ligando vários bairros, horários inadequados, falta de vias expressas e por aí vai…

Um problema adicional no nosso clima tropical é a temperatura.

Calor causticante de Norte a Sul em boa parte do ano, ônibus abarrotados, janelas fechadas em dias de chuva transformam a experiência de usar o transporte público em um martírio.

Mas, ao menos nesta questão da “quentura” um movimento simultâneo em várias cidades do Brasil devem minimizar o transtorno.

Quem nunca passou pela experiência de chegar encharcado de suor no trabalho ou aula??

A última onda de calor que atingiu e ainda atinge boa parte do país parece ter, finalmente sensibilizado gestores quanto a causa, após anos, décadas de pedidos da sociedade.

Várias capitais brasileiras prometem universalizar a climatização nos transportes públicos.

É o caso, por exemplo do Rio de Janeiro, São Paulo, Recife…

Todas, pelo menos na promessa, acenam atingir a totalidade da frota dos ônibus refrigerados nos próximos anos.

A capital pernambucana pretende alcançar 50% da frota refrigerada até o prócimo ano, enquanto a maior cidade brasileira quer universalizar o sistema até 2025, mesmo prazo que acena a capital carioca.

Aqui na capital paraibana após mais de década retirados de circulação, veículos equipados com o sistema de climatização começam a ser entregues.

No fim da tarde desta terça-feira, o prefeito de João Pessoa, Cícero Lucena fez a entrega de 20 ônibus, sugestivamente, batizados de Geladinho.

Apesar de representar o retorno de um serviço que a capital paraibana disponibilizava a quase 25 anos e foi suspenso, esta quantidade atual não representa sequer 5% da frota em circulação na cidade.

 

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here