Como a alimentação ajuda na prevenção do câncer de mama

0
14

O câncer de mama é uma das doenças que mais afetam as mulheres no mundo todo. Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), mais de 60 mil novos casos são esperados no Brasil a cada ano. Esse número representa um risco de 62 casos a cada 100 mil mulheres. Por isso, o mês de outubro é dedicado à conscientização sobre essa doença e a importância do autoexame, que pode detectar precocemente qualquer alteração nas mamas.

Mas além de se tocar, as mulheres também podem se cuidar por meio da alimentação. De acordo com a nutricionista Deise Doi, especialista em adequação nutricional e manutenção da homeostase, uma dieta anti-inflamatória pode ser uma poderosa aliada na prevenção do câncer de mama. “O autoexame é extremamente importante e fundamental para iniciar o tratamento o quanto antes, mas não é capaz de prevenir que a doença apareça. Para isso, é preciso manter uma alimentação anti-inflamatória por, pelo menos, 80% do nosso tempo de vida”, explica.

Mas o que é uma alimentação anti-inflamatória?

Segundo a especialista, são alimentos ricos em nutrientes específicos, como antioxidantes, vitaminas C e E, minerais (zinco, selênio, magnésio, cálcio) e ômega-3, que ajudam a fortalecer o sistema imunológico e a combater os processos inflamatórios que podem favorecer o desenvolvimento de tumores. Alguns exemplos desses alimentos são: frutas cítricas, vegetais verdes escuros, oleaginosas, peixes, azeite de oliva, chá verde, cúrcuma, gengibre e alho.

Deise Doi ressalta que esses alimentos devem estar na mesa com regularidade e equilíbrio, pois eles fornecem ao organismo os nutrientes que ele perdeu ao longo dos anos por causa de fatores como estresse, insônia, intoxicações, decepções, frustrações e uso inadequado de medicamentos. “Essas situações que parecem cotidianas são capazes de comprometer todo o sistema de defesa do corpo humano”, alerta.

Além da alimentação, a nutricionista também recomenda a prática de exercícios físicos como uma forma de prevenir o câncer de mama. “É preciso elevar o ânimo diário para praticar exercícios físicos, os quais são capazes de elevar a imunidade, a detoxificação e a autoestima”, resume.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here