Hospital na Zona Sul de SP sofre com fila para exames e falta de equipamentos

0
8

[ad_1]

Em nota, prefeitura informou que o trâmite para locação de equipamento já foi finalizado e que os exames dos pacientes internados estão sendo feitos em outras unidades de saúde

Reprodução/Google Street ViewHospital do Campo Limpo
Unidade fica localizada no bairro do Campo Limpo e atende moradores de cidades vizinhas, como Itapecerica da Serra, Embu das Artes e Taboão da Serra

O Hospital Municipal Doutor Fernando Mauro Pires da Rocha sofre com problemas de estrutura, falta de equipamentos e filas para a realização de exames. A unidade de saúde está localizada no bairro do Campo Limpo, na Zona Sul de São Paulo, que tem mais de 200 mil moradores. Além disso, o hospital atende moradores de municípios próximos, pomo Itapecerica da Serra, Embu das Artes e Taboão da Serra. Após receber denúncia de um telespectador, a reportagem da Jovem Pan foi até o local e constatou a ausência de uma máquina de ressonância magnética na unidade, item essencial para atendimentos de média e alta complexidade. Além disso, foram encontrados outros problemas, como a falta de aparelhos de raio-x e fila de meses para a realização de exames na unidade.

O conselheiro-gestor do hospital, Anderson Dimas Pereira Lopes, detalhou os problemas que a unidade enfrenta e as respostas das autoridades. “São nove meses sem ressonância magnética no hospital do Campo Limpo. Por sua vez, a Secretaria Municipal de Saúde anunciou desde o ano passado que ia ser comprada uma nova maquina de ressonância. Chegou a ser aberto um processo de licitação de compra, mas a prefeitura fracassou. […] Na última quarta-feira, o atual diretor do hospital anunciou que não será comprada a ressonância, mas que eles vão alugar uma”, explicou Anderson, que concluiu: “Hoje, não acreditamos em uma palavra do secretário municipal de saúde”. Em nota, a prefeitura informou que “já finalizou os trâmites administrativos para locação do equipamento” e que a reforma do local para receber a máquina deve começar imediatamente. Além disso, a prefeitura informou que os exames dos pacientes internados estão sendo realizados nos hospitais de Parelheiros e Santa Catarina.

*Com informações do repórter Luiz Guerra



[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here