Polícia descarta ‘fake news’ e investiga crime passional em caso de homem espancado no Guarujá

0
7

[ad_1]

Hipótese inicial era que homem foi agredido após uma notícia falsa na qual afirmava que ele teria roubado uma motocicleta

Reprodução/Redes sociaisHomem foi espancado por moradores no Guarujá
Homem foi espancado por moradores no Guarujá

A Polícia Civil descartou que o espancamento de Osil Vicente Guedes, no Guarujá, no litoral paulista, tenha sido motivado por uma fake news de roubo. Novas evidências apontam para um crime de motivação passional. A hipótese inicial era que homem foi agredido após uma notícia falsa na qual afirmava que ele teria roubado uma motocicleta.  Na verdade, a moto foi emprestada por um amigo. No entanto, o delegado Rubens Eduardo Barazal Teixeira afirmou que outros fatos vieram à tona e por isso a investigação tomou um novo rumo. A nova hipótese é de que a morte do homem pode estar ligada a problemas de seu relacionamento com uma ex-namorada, após a corporação ter obtido acesso a um áudio enviado pela vítima aos familiares. Segundo a polícia, ele relata que a ex-companheira foi responsável por uma sessão de espancamento sofrida por ele anteriormente. “Surgiu, logo de início, uma motivação que foi desconstruída, ou seja, de ele ter sido o autor do furto de uma motocicleta e que teria sido espancado em razão de ser o ladrão, o que não corresponde à verdade. Essa hipótese foi desconstruída após a oitiva do proprietário da motocicleta e com o surgimento de outros fatos que foram surgindo no decorrer das investigações”, disse o delegado em entrevista coletiva nesta quarta-feira, 10. Para o portal da Jovem Pan, o delegado reiterou que essa é a principal linha de investigação no momento. “Essa é uma atual linha de investigação, mas resta ainda uma definição”. Três suspeitos são investigados.

Um motorista flagrou o momento das agressões. O homem vestia uma camisa vermelha  e estava sentado no meio da rua. Ele estava rodeado por três pessoas. Uma delas bate na cabeça de Osil com um capacete. Em seguida, um outro agressor desfere um tapa em sua nuca e puxa o home para próxima da guia. Depois, ele foi agredido com um pedaço de madeira na cabeça na cabeça e cai desacordado no asfalto. Osil foi internado, mas não resistiu e morreu no domingo, 7.

 

 



[ad_2]

Source link

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here